Cadastro Único: veja o que é e como funciona o CadÚnico

O CadÚnico é uma base de dados que reúne informações sobre as famílias brasileiras de baixa renda.

O Cadastro Único foi criado pelo Governo Federal em 2003, com o objetivo de facilitar o acesso das famílias brasileiras às políticas públicas. O sistema é operado pela Caixa Econômica Federal e tem como gestor responsável o Ministério da Cidadania (antigo MDS).

Atualmente, o Cadastro Único tem mais de 27 milhões de famílias inscritas, o que representa 79,2 milhões de pessoas e aproximadamente 10 bilhões de campos informativos. Ele funciona como a porta de entrada para mais de 20 políticas públicas, como é o caso do Bolsa Família.

O que é o Cadastro Único?

Atendimento do CadÚnico para cadastro de famílias carentes.

O cadastro deve ser realizado na unidade do Cras mais próxima. (Foto: Divulgação)

O Cadastro Único funciona como um sistema informatizado do Governo Federal, que armazena informações de famílias inscritas em programas sociais. Ele permite conhecer a realidade socioeconômica do povo brasileiro, além do que ajuda milhões de famílias brasileiras que vivem em situação de pobreza e extrema pobreza.

O banco de dados do CadÚnico reúne informações sobre identificação, endereço da residência, escolaridade, situação de trabalho e renda. Esses dados são de extrema importante para a concessão de benefícios sociais, como é o caso Bolsa Família.

Além de ser utilizado no Bolsa Família, o Cadastro Único CRAS também é um instrumento que armazena informações para outros programas do Governo Federal, como o Minha Casa Minha Vida, o Bolsa Verde, a Carta Social, o Pro Jovem Adolescente, o Pronatec, o Brasil Carinhoso e a Tarifa Social de Energia Elétrica.

As informações não são usadas apenas pelo Governo Federal, mas também são compartilhadas com estados e municípios em prol dos programas sociais.

Programas sociais que integram o CadÚnico

Veja a baixo a lista completa de programas que atendem os inscritos no CadÚnico:

  1. Programa Bolsa Família
  2. Benefício de Prestação Continuada
  3. Tarifa Social de Energia Elétrica
  4. Programa Minha Casa Minha Vida
  5. Carteira do Idoso
  6. Aposentadoria para Pessoas de Baixa Renda
  7. Telefone Popular
  8. Isenção de Pagamento de Taxa de Inscrição em Concursos Públicos
  9. Programas Cisternas
  10. Água para Todos
  11. Bolsa Verde (Programa de Apoio à Conservação Ambiental)
  12. Bolsa Estiagem
  13. Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais/ Assistência Técnica e Extensão Rural
  14. Programa Nacional de Reforma Agrária
  15. Programa Nacional de Crédito Fundiário
  16. Crédito Instalação
  17. Carta Social
  18. Serviços Assistenciais
  19. Programa Brasil Alfabetizado
  20. Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti)
  21. Identidade Jovem (ID Jovem)
  22. ENEM

Quem pode se inscrever?

O Cadastro Único pode ser efetuado por famílias de baixa renda, ou seja, que recebem até meio salário mínimo por pessoa (R$499). Isso significa que, uma família composta por quatro pessoas e renda mensal de R$1.500,00 já pode efetuar a inscrição no sistema do Governo Federal de Políticas públicas. As famílias com renda de até três salários mínimos (R$2994) também podem se cadastrar no sistema.

Para realizar o cadastro no CadÚnico, a pessoa precisa se responsabilizar pelo fornecimento de informações sobre cada membro da família. O responsável pela unidade familiar deve ser, preferencialmente, do sexo feminino e ter no mínimo 16 anos.

Como se cadastrar no CadÚnico?

A inscrição no Cadastro Único é realizada nas secretarias municipais de assistência social e também nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). O responsável deve apresentar  os seguintes documentos:

  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • Título de eleitor;
  • CPF;
  • RG;
  • Comprovante de endereço da família;
  • Carteira de trabalho.

No caso dos indígenas, é necessário providenciar o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI).

Também é preciso mostrar um documento de identificação de cada membro da família, que pode ser carteira de trabalho, RG, certidão de nascimento ou certidão de casamento. Existem alguns documentos que não são obrigatórios no CadÚnico, mas que facilitam o momento do cadastro.

O acesso a qualquer programa social do Governo, como o Bolsa Família, não acontece de forma imediata. O MDS avalia as informações cadastradas no sistema para verificar se a família tem perfil de beneficiário. Somente depois dessa análise que a concessão é realizada.

Atualização do Cadastro Único

A atualização do Cadastro Único é muito importante para não ter o Bolsa Família bloqueado e até mesmo cancelado. Ela deve ser realizada sempre que houver alguma mudança na composição familiar, como o nascimento de uma criança ou a morte de um membro.

A atualização do CadÚnico é obrigatória e deve ser realizada no mínimo a cada dois anos. Para atualizar os dados cadastrais, basta comparecer pessoalmente ao CRAS mais próximo.

Para entender melhor como o Cadúnico funciona, assista ao vídeo a seguir:

Aplicativo do Cadastro Único

Telas do aplicativo Meu Cadastro Único.

O aplicativo do Cadastro Único foi lançado em 2018, com o objetivo de facilitar a vida das famílias inscritas. Com esse app, disponível para Android e iOS, é possível verificar se os dados estão atualizados, consultar o Número de Identificação Social (NIS), verificar o endereço do Cras mais próximo, conhecer os principais programas do CadÚnico e emitir o comprovante de cadastramento.

Ficou alguma dúvida sobre o Cadastro Único? Acesse o site do Ministério da Cidadania e obtenha mais informações.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 10

Cadastro Único: veja o que é e como funciona o CadÚnico

11 comentários

  • Victor Reggys Amaral Saraiva:

    Atualizei meu cadrasto no CadÚnico. Porém quero fazer minha carterinha do ID jovem. Mais tanto o site quanto o app me diz que meu cadastro foi excluído.
    Quanto tempo pra ser atualizado?

    Responder
  • Ricardo de Souza Procopio:

    Bom dia so gostaria de saber se tenho direito a antena digital e o conversor gratis do governo quem cadastro da minha casa minha vida eu quero tirar estas duvidas ate mais fico no aguardo

    Responder
  • Ricardo de Souza Procopio:

    So o que gostaria de saber sobre o conversor e a antena se tenho o direito. tirar esta duvidas ate mais tenha um bom dia …

    Responder
  • Jamile Abrão Jacquier:

    quero saber se tenho direito à aposentadoria fazendo o cadastro ùnico, sendo que tenho 62 anos, pagava aposentadoria , mas fiquei sem poder financeiro para pagar. e moro atualmente sozinha, um filho meu casou e os outros 2 moram com suas namoradas. onde tenho que ir para fazer o cadastro único? Estou escrita no cras. tenho que ir no cras? Obrigada.

    Responder
  • Benedita:

    Boa noite quero saber sobre o kit de antena e conversor digital

    Responder
  • Daniele Moitinho:

    Olá eu tinha o benefício do bolsa família, mas assim que minha bebe nasceu foi cortado o benefício sem eu poder colocar o nome dela, e nem mesmo pude receber o auxilio gestante que havia agendado.Como faço pra receber de novo o bolsa família dela???

    Responder
  • Maria Gomes:

    Olá como faço pra cadastrar a conta de luz no no bolsa família

    Responder
  • Antonia Regina rodrigues pereira:

    Saber como saber tenho direito ao kit tv digital

    Responder
  • emanuela:

    Boa noite!!
    Gostaria de saber,como consigo o numero do NIS,pois já sou cadastrada,mais perdi o número .

    Responder
  • Daiele:

    Bom dia! gostaria de saber se tenho direito ao auxílio aluguel pois moro sozinha e ganho um salário mínimo e meu aluguel é cobrado um valor de 600.00.

    Responder
  • Eliane:

    Gostaria de saber qual os documentos necessários. Para eu fazer o cadastro da minha casa minha vida pois me informaram que tenho direito e algumas prioridades.

    Responder

Comente