Supletivo gratuito (EJA): tudo sobre inscrições, vagas e requisitos

A conclusão do ensino médio permite que a pessoa tenha acesso a muito mais vagas de emprego

No Brasil muitos estudantes não conseguem concluir o ensino médio na idade adequada, infelizmente, e isso gera um grande impacto nas chances profissionais dessas pessoas. Mas existe uma nova possibilidade para quem ainda sonha em completar o segundo grau e ter acesso a mais vagas de emprego, é o supletivo gratuito (EJA).

O mercado de trabalho cada vez mais exige a escolaridade mínima do ensino médio para seus candidatos e mais, espera por profissionais que buscam a qualificação profissional posterior, que somente é possível com o nível médio completo.

Jovens e adultos estão se preparando para fazer a inscrição no supletivo gratuito 2018.

Jovens e adultos que não terminaram a escolaridade básica podem participar do supletivo gratuito. (Foto: Divulgação)

O supletivo gratuito 2018 (EJA) é uma excelente oportunidade para as pessoas que desejam crescer profissionalmente, pois ele permite o acesso ao ensino de maneira presencial ou à distância, através de apostilas.

Para participar do supletivo de graça, os candidatos devem ter mais de 15 anos para o ensino fundamental e 18 anos para o ensino médio e não existe limite máximo de idade.

Inscrições Supletivo gratuito (EJA)

A inscrição é gratuita e precisa ser realizada através da Secretaria de Educação do seu Estado ou município, sendo que em alguns casos é possível realizar o cadastro pela internet.

Cada estado pode solicitar a documentação que achar necessária, mas em geral será documento de identificação, CPF, comprovante de residência. As inscrições ficam abertas durante todo o período letivo normalmente, mas é importante que você confirme como funciona na sua cidade.

Vagas

São mais de mil escolas em todo o país que oferecem o ensino presencial no supletivo gratuito (EJA).  E quem não tem muito tempo ou disponibilidade para ir até a escola assistir as aulas presenciais, pode aproveitar a oportunidade do ensino a distância. É possível assistir às aulas pela internet e acompanhar apostilas que serão fornecidas gratuitamente.

Para descobrir quais são as escolas em sua região, você deve procurar a secretaria de educação de seu município ou estado que poderá informar sobre as vagas disponíveis.

Como funciona

 

No supletivo (EJA) é possível concluir cada ano letivo no período de seis meses, ou seja, reduz pela metade o tempo de estudo. Se o aluno nunca frequentou a escola convencional e iniciará os estudos agora, poderá concluir o ensino fundamental em 4 anos e o ensino médio e 1 ano e meio.

Após concluir os estudos, será necessário realizar a prova do Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos), avaliação é realizada pelo INEP, com inscrições no início do ano, ou então fazer o Enem, avaliação aplicada pelo Ministério da Educação com inscrições entre abril e maio.

As disciplinas abordadas nos exames de certificação são artes, ciências naturais, geografia, história, língua estrangeira moderna, língua portuguesa, matemática e redação.

Quem quiser se preparar para os exames de certificação e conclusão pode fazer o download das provas anteriores e testar seus conhecimentos para garantir o resultado. Quem não alcançar os resultados esperados pode solicitar o certificado parcial de conclusão das disciplinas em que tiver conseguido as notas necessárias.

Existe supletivo grátis a distância?

Terminar o ensino médio nem sempre é fácil, afinal, os alunos adultos precisam trabalhar, cuidar dos filhos e lidar com uma série de afazeres da rotina. Uma forma de incluir o supletivo na rotina é através da modalidade de ensino à distância. O Centro Paula Souza (CPS) trabalha com Educação de Jovens e Adultos, na modalidade EAD.

O curso do CPS é totalmente gratuito e tem duração de três semestre. Ao longo desse período, os alunos utilizam um ambiente virtual de aprendizagem para estudar e fazer as lições. Eles só precisam comparecer aos encontros presenciais para fazer provas.

Para fazer o cadastro no ensino médio EJA EAD, é necessário ter idade igual ou superior a 18 anos. Para ingressar na 1ª série é necessário ter concluído o ensino fundamental. No caso da 2ª série, o aluno precisa ter completado a 1ª série do ensino médio. Já na Para ingressar na 1ª série é necessário ter concluído o ensino fundamental. No caso da 3ª série, a conclusão da 2ª série é pré-requisito.

Os exames presenciais são aplicados aplicados nas seguintes escolas técnicas:

  • Etec de São Paulo (Capital – metrô Tiradentes)
  • Etec Bento Quirino (Campinas)
  • Etec Fernando Prestes (Sorocaba)
  • Etec Philadelpho Gouvêa Netto (São José do Rio Preto).

Ainda não há informações sobre o prazo de inscrições no EJA EAD 2020. De qualquer forma, vale a pena ficar de olho no site www.cps.sp.gov.br e acompanhar as novidades.

Tem como fazer supletivo e curso técnico ao mesmo tempo?

Muitos brasileiros querem concluir o ensino fundamental e médio, mas também anseiam por uma oportunidade no mercado de trabalho. Para concluir os estudos e fazer um curso profissionalizante, é recomendado se inscrever no Proeja.

Várias instituições de ensino trabalham com o Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos, como é o caso dos institutos federais espalhados pelo país.

O IFSC, por exemplo, ofereceu vagas para o curso Proeja Ensino Médio em 2019, com habilitação para Técnico em Eletromecânica e Técnico em Panificação. Também foram ocupadas oportunidades para nível fundamental, que tem curso de informática integrado.

Com o supletivo gratuito não há desculpas para não concluir seus estudos. Informe-se na sua região e faça sua matrícula. Quem deseja retomar os estudos também pode conhecer as oportunidades oferecidas pelas escolas da Fundação Bradesco.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 25

Supletivo gratuito (EJA): tudo sobre inscrições, vagas e requisitos

1 comentário

  • Linamar Néri dos santos:

    Gostaria muito de concluir o ensino médio esse ano onde posso me matricular gratuito?

    Responder

Comente