Transporte Escolar Gratuito SP: Como funciona? Quem tem direito?

O transporte escolar gratuito SP é um direito das crianças que moram longe da escola. Recentemente, no entanto, o prefeito João Dória mudou as regras para conceder esse benefício na capital paulista. Entenda como funciona e veja quem tem direito.

Muitos pais não conseguem matricular os seus filhos na escola mais próxima de casa. Com isso, acabam encontrando vagas em outra instituição, quase sempre longe da residência. Para as crianças não ficarem sem estudar, a Prefeitura de São Paulo aposta no programa de transporte escolar municipal gratuito, também conhecido como “Vai e Volta”.

A Prefeitura de São Paulo oferece transporte gratuito para as crianças carentes matriculadas na rede municipal. (Foto: Divulgação)

Como funciona o transporte escolar gratuito SP?

O transporte escolar gratuito SP, promovido pela Prefeitura, tem como propósito atender aos alunos matriculados nas escolas municipais da cidade.

O veículo, custeado pela gestão municipal, se encarrega de buscar o aluno em sua casa e levá-lo para a instituição de ensino.  Após o horário de aula, ele também busca a criança na escola e faz o caminho de volta.

O responsável pela criança deve estar presente na entrega e no retorno da escola, respeitando o local e os horários previamente estabelecidos.

Cada veículo precisa contar com um motorista e um monitor. (Foto: Divulgação)

Cada veículo, responsável pelo transporte escolar da prefeitura, conta com um motorista e um monitor para cuidar da segurança dos alunos.

A Prefeitura Municipal de São Paulo paga R$180,00 por criança transportada. Esse dinheiro é repassado aos proprietários de vans, ônibus e peruas conveniadas.

O que mudou com a gestão de Dória?

O novo prefeito de São Paulo manteve a distância mínima de 2 quilômetros, mas criou uma nova regra intitulada de “rota a pé”. Com isso, muitas crianças perderam o direito ao transporte escolar gratuito.

Quem tem direito?

Para ter direito ao transporte escolar de graça, a criança precisa se enquadrar nos pré-requisitos. São eles:

– estar matriculada numa EMEI, EMEF ou EMEFM na cidade de São Paulo.

– ter até 12 anos de idade

– residir a partir de 2 quilômetros de distância da escola.

Alunos com deficiências, independente da idade, podem contar com o programa da prefeitura. O mesmo vale para os seus irmãos, desde que estudem na mesma escola.

As crianças que sofrem com algum tipo de doença crônica ou enfrentam barreiras físicas para chegar à escola (como a necessidade de atravessar uma rodovia, por exemplo) também podem contar com o benefício.

Quem mora a menos de 2 quilômetros de distância da escola não tem direito ao benefício. (Foto: Divulgação)

Como conseguir o benefício?

Os pais devem procurar a escola do filho, pessoalmente, para solicitar o benefício da prefeitura. É necessário preencher e devolver uma ficha de solicitação de transporte escolar gratuito. Esse documento normalmente é entregue no começo do ano pela instituição de ensino aos alunos interessados.

E aí? Restou alguma dúvida sobre o transporte escolar gratuito SP? Deixe um comentário. Você também pode entrar em contato com a central de atendimento da Prefeitura de São Paulo, pelo telefone 156.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 47

Transporte Escolar Gratuito SP: Como funciona? Quem tem direito?

3 comentários

  • Cristina:

    Meu filho estuda numa escola pública e tá na tec qui e o transporte público e aninha filha também vai estudar na mesma escola e eu fui informada qui ela não tem direito ao transporte público de graça e isso mesmo tá certo

    Responder
  • Amanda menezes:

    As criancas matriculadas em cei tambem tem direito ao beneficio ?

    Responder
  • Luciana santos:

    Meu filho tem sindrome de down ele tem direito ao teg?

    Responder

Comente