Visita domiciliar Bolsa Família 2017: entenda como funciona

A visita domiciliar Bolsa Família é um procedimento padrão estimulado pelo Governo Federal. Através dela, a assistência social pode entrar em contato com diversas famílias beneficiadas, visitando suas residências e comprovando a necessidade do recebimento dos valores mensais do Bolsa Família.

Como você já deve imaginar, a medida é necessária para evitar possíveis erros, como o recebimento de valores por pessoas que não estão necessitadas de verdade.

O programa Bolsa Família organiza visitas às casas dos beneficiários. (Foto: Divulgação)

Se você já recebe ou está tentando receber o benefício, pode ser que existam dúvidas sobre a visita domiciliar Bolsa Família. O objetivo do texto de hoje é justamente sanar cada uma delas… Vamos lá!

Como acontece a visita domiciliar Bolsa Família?

A visita domiciliar do Bolsa Família é feita através de uma equipe do CadÚnico — o cadastro responsável por guardar e organizar todas as informações referentes aos programas sociais mantidos pelo Governo Federal.

Além de comprovar a necessidade do benefício, a visita dos técnicos (agentes do serviço social) serve também para atualizar dados cadastrais e demais informações sobre as famílias participantes do programa.

Se você é um beneficiário do Bolsa Família e ainda não fez sua atualização cadastral, é preciso ficar de olho para não correr o risco de perder o benefício. São diversas as histórias de famílias que, sem saber da necessidade de prestar contas ao governo, acabaram tendo seu saldo suspenso.

Para o cidadão que deseja saber mais sobre o status do seu benefício, o procedimento é bastante simples: basta ligar para o 156. Através desse número é possível saber mais informações e até agendar uma visita.

Quando devo atualizar minhas informações do Bolsa Família?

A visita também pode acontecer para uma averiguação cadastral. (Foto: Divulgação)

É claro que, tratando-se de um programa social que contempla milhões de brasileiros, o governo federal não poderia planejar as visitas domiciliares do Bolsa Família de forma aleatória.

Sendo assim, decidiu-se que a atualização cadastral via visita domiciliar dá-se em duas situações: dois anos após a última atualização ou sempre que um novo beneficiário é cadastrado.

Vou continuar recebendo o Bolsa Família?

Se você está dentro dos pré-requisitos do programa, não existem motivos para se preocupar. A visita domiciliar Bolsa Família vai servir somente para atualizar dados e evitar que seu cadastro seja suspenso.

Lembrando que só recebem o benefício as famílias que, além de cumprirem os requisitos do programa, ainda mantêm suas crianças e jovens em uma frequência escolar mínima preestipulada pelo governo.

Segundo dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento e Combate à Fome (MDS), nos últimos anos, centenas de famílias correram o risco de perder seus benefícios. Em 2014, eram 900 delas.

Os brasileiros que recebem o benefício devem se preocupar com o recadastramento. (Foto: Divulgação)

Lembrando que, atualmente, mais de 15 mil famílias estão cadastradas para receberem as quantias do benefício todos os meses. Se a sua é uma delas, siga cada recomendação que demos no texto e ficará livre de ter o seu benefício suspenso ou até mesmo cancelado!

Restou alguma dúvida sobre o tema? Então deixe um comentário abaixo, responderemos o mais breve possível!

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.5
Total de Votos: 10

Visita domiciliar Bolsa Família 2017: entenda como funciona

6 comentários

  • Maria Fátima de Lima:

    Eu faço esse trabalho na comunidade como voluntária, visito uma vez por semana. é ótima a relação com as famílias, não sou mais uma pessoa que faço visitas. Somos amigas, nas ruas sempre tem um adulto, ou uma criança me cumprimentando. Vai esta semana? estamos lhe esperando! Este pessoal precisa deste olhar de reconhecimento maternal e paternal ( familiar ). Quais são os pais que querem o mal de seus filhos? nenhum. Gostaria de entrar para visitar as famílias, não sou Assistente Social, Mas tenho experiências com as famílias. Parabéns pela iniciativa. Maria Fátima de Lima -Rio de Janeiro.

    Responder
  • eulina caetano morais:

    sou enfermeira e gosto muito de criança gostaria muito de trabalhar no programa criança feliz gostaria de saber como e feito o processo para entrar neste programa que devo fazer aguardo resposta sou do df

    Responder
  • edjanesilva:

    é um programa falho como todos do nosso governo, quem precisa realmente não recebe,

    Responder
  • RitaCastro:

    Sou Assistente Social como faço para participar desse programa com colaboradora.

    Responder
  • Raquel silva:

    Bom dia sou Raquel tenho 5 filhos meu benefício estar bloqueado fui no cras e mandaram eu esperar uma visita em casa até la meu benefício continua bloqueado vcs sabem dizer se demora muito pra a pessoa receber esta visita? ??

    Responder
  • Veronilda:

    Porquê tenho um salário e tenho seis filhos e não tenho direito a bolsa família.se conheço uma mulher que só tem um filho trabalha de carteira assinada,ganha um salário e recebe o bolsa família?????

    Responder

Comente