Empréstimo pelo Bolsa Família 2019: entenda melhor como funciona

Microcrédito produtivo serve para investir no próprio negócio.

Já pensou em obter um empréstimo pelo Bolsa Família em 2019? Pois saiba que o governo espera consolidar essa iniciativa. A linha de crédito estimula o empreendedorismo entre os beneficiários do maior programa social do Brasil.

Muitos brasileiros recebem Bolsa Família porque estão fora do mercado de trabalho formal. O Governo Federal, por sua vez, quer que essas pessoas encontrem novas fontes de renda através do empreendedorismo e não dependam apenas do benefício social. Pensando nisso, foi criada uma linha de crédito especial.

O pacote de crédito do Bolsa Família foi anunciado em agosto de 2016, pouco tempo depois de Michel Temer assumir a presidência da república. Ele tinha como principal objetivo ajudar as famílias do programa a empreender e assim aumentar a renda.

Microcrédito para beneficiários do Bolsa Família

O empréstimo é concedido aos beneficiários do Bolsa Família que são microempreendedores.

O empréstimo Bolsa Família deve ser aplicado em uma atividade produtiva. (Foto: Divulgação)

O microcrédito Bolsa Família não se trata de um empréstimo pessoal, portanto, não pode ser usado de qualquer forma pelas famílias assistidas pelo Bolsa Família. O dinheiro será concedido para que os empreendedores de baixa renda possam comprar equipamentos e ferramentas para montar o próprio negócio.

Através do estímulo ao empreendedorismo, o governo espera que os brasileiros atendidos pelo Bolsa Família melhorem suas condições de renda e façam o desligamento voluntário do programa.

As prefeituras que ampliarem o número de famílias emancipadas do Bolsa Família serão recompensadas com prêmios em dinheiro, que vão de R$100 mil até R$ 3 milhões.

O empréstimo pelo Bolsa Família é uma linha de crédito, criada pelo Governo Federal em parceria com Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, BNDES e tantos outros bancos públicos regionais.

Como funciona o empréstimo pelo Bolsa Família?

Atualmente, os bancos exigem uma série de garantias para liberar um empréstimo. Entre as exigências está a necessidade de possuir um emprego com carteira assinada. Por conta disso, muitos brasileiros ficam sem o crédito e não conseguem empreender.

Para mudar essa realidade, o governo oferece o microcrédito Bolsa Família, que será concedido sem exigências de garantias.

Como já foi dito anteriormente, a família beneficiada pelo programa terá que aplicar o crédito em uma atividade produtiva. Portanto, o dinheiro não poderá ser usado para consumo.

São muitas as opções de serviços que podem ser prestados para aumentar a renda e deixar o Bolsa Família, como jardinagem, cabeleireiro, manicure, maquiador, massagista, confeiteiro, entre outras atividades.

Mesmo após abrir o próprio negócio, o beneficiário do Bolsa Família poderá continuar no programa por mais dois anos, como uma forma de garantia. Se alguma coisa der errado após o desligamento voluntário, ele poderá receber o benefício novamente, pois o seu número de inscrição será mantido.

Microcrédito e Capacitação

Em 2016, Osmar Terra, então ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, anunciou que a estratégia de conceder microcrédito integra o programa Progredir, uma iniciativa que promove capacitação profissional para o empreendedorismo.

Na época, o ministro comunicou a liberação de R$3 bilhões serão  para os bancos parceiros oferecerem microcrédito produtivo Bolsa Família.

Condições, valores e taxas

O Programa Progredir, criado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), permite fazer empréstimo pelo Bolsa Família, de forma descomplicada e sem burocracia. A iniciativa libera dinheiro para que as famílias, inscritas no Cadastro Único, possam investir nos seus pequenos negócios.

O dinheiro emprestado por meio do programa Progredir não pode ser usado de qualquer forma. Ele é um microcrédito produtivo orientado, portanto, deve ser usado para iniciar um negócio ou para expandir um empreendimento que já existe.

Os beneficiários do programa Bolsa Família podem solicitar empréstimo de R$300 até R$15.000, mas tudo depende da evolução do negócio. E as pessoas com restrição no nome podem se deparar com dificuldades para ter acesso ao microcrédito. As taxas de juros variam de 2,3% a 3,5% ao mês.

O prazo para pagamento é de 4 a 24 meses. No caso da primeira contratação, o microempreendedor tem até 12 meses para quitar a dívida. As parcelas são pagas através de débito em conta ou por boleto bancário.

Microcrédito Caixa Crescer

Várias instituições financeiras trabalham com a modalidade de microcrédito produtivo, como é o caso da Caixa Econômica Federal. As taxas de juros variam de 3,3% a 3,5% ao mês. Para solicitar o empréstimo, é necessário:

  • ter mais de 18 anos;
  • não possuir cadastro de inadimplente;
  • possuir conta na Caixa (pode ser a Poupança Fácil).

Para obter mais informações, você pode procurar uma agência da Caixa Econômica ou acessar o site da Caixa Crescer.

Microcrédito Banco do Brasil

O Banco do Brasil libera microcrédito produtivo para beneficiários do Bolsa Família que também são microempreendedores. Para ter acesso a esse empréstimo é necessário apresentar garantia pessoal de terceiros. Quem não tem conta no BB contrata alinha de crédito através do Movera.

Microcrédito Banco do Nordeste

O microcrédito do Banco do Nordeste, também conhecido como Crediamigo, libera dinheiro de maneira rápida e com baixa taxa de juros. Não é preciso comprovar renda para solicitar o empréstimo. O microempreendedor só precisa comparecer a uma agência da instituição financeira, portando RG, CPF e comprovante de residência.

As possibilidades cabem no bolso de quem está começando a melhorar as condições de vida. Uma pessoa que empresta R$ 1.000,00 para investir em um pequeno negócio, por exemplo, paga a sua dívida em quatro parcelas de R$ 273,07. A taxa de juros mensal é de 2,3%. Obtenha mais informações na página do BNB.

Qual a sua opinião sobre o empréstimo pelo Bolsa Família? Deixe um comentário.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.8
Total de Votos: 9

Empréstimo pelo Bolsa Família 2019: entenda melhor como funciona

19 comentários

  • Marcia:

    E, um projeto muito bom. E, com essa emprestimo que, vai beneficiar muita gente que tem o benefício , pra investir , no seu próprio negócio e obter sua , própria renda. Eu gostei e é uma oportunidade muito boa .

    Responder
  • Maria da Penha da Silva:

    Vai ser ótimo eu quero vender coxinha com suco porque estou desempregada e descobrir ums nodolos no seios e tenho que fazer a cirurgia e depois não vou poder fazer muito esforço

    Responder
  • suely:

    acho maravilhoso vai ajudar muito.

    Responder
  • Renato Natalino da Silva:

    Ótima atitude do Governo , nem todos tem o empreendimento como meta , muitos como eu e minha família sempre sonhamos em ter o próprio negocio, e empreender em algo que nos ajude no orçamento domestico sendo assim , aguardamos ansiosos pelo aparvamento deste empréstimo que com certeza será bem vindo.

    Responder
  • Joelma:

    Seria bom mesmo pois já que emprego está difícil ter uma renda para fazer seu próprio negócio seria uma boa e se caso não desse certo vcs faria o devolveria o bolsa família então não tinha com que se preocupar eu gostei. Mais será que isso acontecerá?

    Responder
  • Maria cleuma gomes soares:

    Para mim seria muito bo.m pois gostaria de ter meu proprio negocio e com esses emprestimo seria o primeiro passo.

    Responder
  • Selma Gonçalves de Melo:

    Excelente iniciativa do governo brasileiro. Gostaria muito de ter meu negocio, uma vez que que estou desempregada, minha mãe com câncer e eu tenho qualificação para voltar a tocar um empreendimento. Preciso de muito pouco, o suficiente para sair da linha social que nos encontramos agora.

    Deus ilumine esse projeto.

    Responder
  • Overlan Araujo:

    Muito bom será. Uma grande oportunidade

    Responder
  • Cristina santos:

    Gostei muito dessa oportunidade de ter nosso próprio negócio. Muito bom mesmo. Tomara que dê certo

    Responder
  • cicera lopes dos santos:

    vai ser muito bom eu vou gostar de ter meu proprio
    negocio. eu sempre quis mais nunca tive condições e esse beneficio vai ser ótimo

    Responder
  • Bryan Almeida Oliveira:

    Já esta liberado para fazer o empréstimo? Quando vai esta valendo isso?

    Responder
  • Raquel REGINA DOS SANTOS:

    eu gostaria muito de abri meu próprio negócio

    Responder
  • Jailza:

    Vai ser muito bom a pessoa ter seu próprio negocio

    Responder
  • fabiana aparecida farias Santos:

    Muito bom

    Responder
  • Maria geni pereira das santos:

    Eu so cabelereira amei esta proposta

    Responder
  • Eliana aparecida Marques Barbosa:

    Gostei muito pois vai ser muito bom a gente abrir nosso próprio negócio eu sempre quis trabalhar PR mim mesma

    Responder
  • Josafá Soares:

    Que legal.

    Responder
  • Deuzamar mendes brasil:

    Preciso fazer esse Emprestimo como faco?

    Responder
  • fabiana:

    oi ja estar disponivel?

    Responder

Comente