Quem tem carteira assinada pode receber Bolsa Família?

Quem tem carteira assinada pode receber Bolsa Família? Essa é uma dúvida muito comum entre os beneficiários do programa social do Governo Federal. Leia a matéria e descubra se é possível entrar para o mercado formal sem perder o direito ao benefício.

O Bolsa Família existe há quase 15 anos, com o objetivo de distribuir recursos às famílias pobres e extremamente pobres do Brasil. O dinheiro do programa, transferido mensalmente, serve para arcar com as despesas básicas de alimentação, educação e saúde.

Trabalhar com carteira assinada não é necessariamente um obstáculo para receber Bolsa Família. (Foto: Divulgação)

Quem tem carteira assinada pode receber Bolsa Família?

Quem tem carteira assinada pode receber Bolsa Família SIM. A ocupação de uma vaga de emprego formal não é um fator que exclui a participação no programa do governo. A família só deve verificar se o valor da renda mensal está dentro daquele que é aceito pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Para uma família ser considerada extremamente pobre, ela precisa ter renda de até R$85,00 por pessoa. Já uma família pobre é aquela que possui renda per capita de R$85,01 a R$170,00.

Vamos a um exemplo prático:

Raimunda da Silva é mãe de Kelly (15 anos), Gustavo (13 anos) Luara (10 anos) e Pedro (5 anos). Ela é casada com Joaquim, que atualmente está desempregado e faz alguns bicos como servente de pedreiro. A família conta um Bolsa Família no valor de R$241,00.

Recentemente, Raimunda encontrou um emprego de atendente de lanchonete. Ela será registrada pela empresa com R$937,00 (um salário mínimo federal). Isso não significa que ela perderá o direito ao Bolsa Família, afinal, a renda per capita do seu núcleo familiar é de R$156,16.

O benefício continuará sendo pago, desde que a renda bruta por pessoa seja de até R$170,00. (Foto: Divulgação)

A situação da família pode mudar se Joaquim arrumar um emprego com carteira assinada. Caso ele receba um salário mínimo, a renda total do núcleo familiar subirá para R$1.874. Com isso, o valor por pessoa será maior do que R$300,00, uma quantia que ultrapassa o limite do Bolsa Família.

Como saber a renda familiar per capita?

Para conhecer a renda per capita (por pessoa) da sua família não tem segredo. Você só precisa pegar o valor bruto total dos rendimentos e dividir pelo número de integrantes do núcleo familiar. O valor resultante deve ser igual ou inferior a R$170,00 para dar direito ao benefício.

Benefícios para quem aumenta a renda

Quem trabalha com carteira assinada e aumenta a renda conta com benefícios. (Foto: Divulgação)

Os beneficiários do Bolsa Família que estão empregados contam com garantias de proteção, como é o caso da regra de permanência. De acordo com ela, a família tem o direito de receber a assistência financeira do governo por até dois anos, mesmo com a renda familiar per capita superior à R$170,00. O valor só não pode ser maior a meio salário mínimo, ou seja, R$468,50.

Essa regra de proteção, no entanto, só vale se o titular do benefício comparecer pessoalmente ao CRAS e atualizar as informações do CadÚnico, de maneira voluntária. Ele não pode estar uma mensagem no extrato do Bolsa Família para realizar a atualização cadastral no setor responsável.

Caso a renda per capita fique acima de meio salário mínimo, a família pode recorrer ao retorno garantido. Nesse caso, o desligamento do programa é feito de forma voluntária pelo titular do benefício, assim que os rendimentos ultrapassarem o limite. No entanto, se a renda voltar a ser insuficiente, ele poderá retornar ao Bolsa Família sem burocracia, dentro do prazo de 36 meses.

Resumindo, quem tem carteira assinada pode receber Bolsa Família, desde que a renda per capita não ultrapasse R$170,00. Quando o valor da renda não excede meio salário mínimo por pessoa, o pagamento do benefício continua por até dois anos, pela regra da permanência. Também é possível optar pela regra retorno garantido, que consiste no desligamento voluntário com garantia de regresso ao programa se for necessário.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.8
Total de Votos: 55

Quem tem carteira assinada pode receber Bolsa Família?

8 comentários

  • Marlene Aparecida Toledo Moura:

    Preciso de um conversor e antena, quero saber como fazer, ja que ganho somente um salario minimo mas, não tenho o cartão bolsa familia.

    Responder
  • francimara da silva lima:

    ola boa noite eu recebo meio salario sera que posso continuar ganhando o meu bolsa familia.

    Responder
  • Larissa:

    Meu marido trabalha de carteira assinada e ganha 1044.73$ e mora 5 pessoas em casa e só 1 que trabalha e 3 estudam ele tem direito de receber ou pode perde???

    Responder
  • Joyce:

    Ate que idade pode receber o bolsa família

    Responder
    • Geiciane:

      Meu marido não tem serviço fixo, tenho um filho de 3anos, estou morando com minha mae no momento por que não tenho minha casa ainda, ela recebe pensão e tenho medo de perder meu benefício por isso! Será que corro o risco de perder ou não???

      Responder
  • Alexsandra:

    Aqui somos em 5 pessoas só eu trabalho meu salário é de 1.200 reais será q perco meu bolsa família ?

    Responder
  • Carla:

    Estou desempregada sou casada meu marido está desempregado vivemos dos bicos q ele faz e temos uma filha de 4anos. Minha filha estudou 2 anos na escola pública e esse ano vai estudar no particular.Eu tenho direito ao bolsa familia.

    Responder
  • Eliane:

    Eu recebo Bolsa Família o total é 124,00 É eu e meu filho, agora coloquei meu marido que trabalha de carteira assinada de 1100, na carteira será que vou perder esses 124,00?

    Responder

Comente